Convento de seiça

convento de seiça

Qual é a origem da freguesia de Seiça?

As referências documentais mais antigas, essas remontam a 1225 onde se fala da Ermida de Santa Maria de Seiça. Por lá terá passado Dom Nuno Álvares Pereira em 1385, onde terá pedido á Virgem pela vitória da Batalha de Aljubarrota, regressando ao templo depois da batalha em gesto de agradecimento pelos resultados alcançados.

Onde fica a Capela de Seiça?

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Capela de Seiça está localizada no lugar de Seiça, freguesia de Paião, concelho de Figueira da Foz, construída no ano de 850 e reconstruída sucessivamente nos reinados de D. Afonso Henriques, D. Sancho I e em 1602, durante a governação castelhana.

Qual é a história da Igreja Matriz de Seiça?

A Igreja Matriz de Seiça concentra um importante espólio carregado de história e simbolismo, que para além de um púlpito oriundo a antiga Capela de S. Sebastião ( Atouguia) e de uma imagem seiscentista em pedra, integra uma imagem de Cristo, em retábulo, provavelmente do século XV. Tem ainda uma imagem de Nossa Senhora da Purificação, do Séc.

Como foram os últimos tempos do Convento?

Mas Eurico Silva também nos conta como foram os últimos tempos do Convento até ao seu abandono pelos frades, no século XIX. Entrevista a família dos Carriços, que foram os últimos proprietários do Convento até à aquisição pela Câmara. E na Câmara se encontra encalhado à espera de melhores dias.

Qual é a freguesia de Seia?

Santa Eulália é uma antiga freguesia portuguesa do município de Seia, com 4,26 km² de área e 271 habitantes (2011). A sua densidade populacional era 63,6 hab/km².

Qual é a origem da Seia?

A primitiva ocupação humana do local da actual Seia remonta à época pré-romana, quando da fundação de uma povoação pelos Túrdulos, por volta do século IV a.C., denominada como Senna. Os Túrdulos edificaram um castro no lugar de Nogueira, entre os montes de Santana e de Carvalha do Outeiro.

Onde fica a Capela de Seiça?

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Capela de Seiça está localizada no lugar de Seiça, freguesia de Paião, concelho de Figueira da Foz, construída no ano de 850 e reconstruída sucessivamente nos reinados de D. Afonso Henriques, D. Sancho I e em 1602, durante a governação castelhana.

Qual é a história da Igreja Matriz de Seiça?

A Igreja Matriz de Seiça concentra um importante espólio carregado de história e simbolismo, que para além de um púlpito oriundo a antiga Capela de S. Sebastião ( Atouguia) e de uma imagem seiscentista em pedra, integra uma imagem de Cristo, em retábulo, provavelmente do século XV. Tem ainda uma imagem de Nossa Senhora da Purificação, do Séc.

Qual a história da Igreja Matriz?

História da Igreja matriz. A igreja tem muitas histórias para contar. Por volta de 1930, o Padre Alcides Paranhos e o prefeito da cidade resolveram demolir parte do prédio, usando as pedras retiradas para a construção da primeira usina de luz de Vigia.

Qual é a origem da freguesia de Seiça?

As referências documentais mais antigas, essas remontam a 1225 onde se fala da Ermida de Santa Maria de Seiça. Por lá terá passado Dom Nuno Álvares Pereira em 1385, onde terá pedido á Virgem pela vitória da Batalha de Aljubarrota, regressando ao templo depois da batalha em gesto de agradecimento pelos resultados alcançados.

Qual é o nome do Mosteiro de Santa Maria de Seiça?

Embora se desconheça a data exacta da fundação do cenóbio de Seiça, a mais antiga referência documental que se conhece sobre este mosteiro, situado junto ao rio Mondego, data de 1162, no qual o abade Martinho se encontra presente na outorga da carta de isenção dos direitos episcopais dada aos Crúzios, pelo Bispo D. Miguel Salomão .

Quem criou a nova igreja?

Em 29 de maio de 1887, o Vigário Joaquim Thomás, no consistório da Igreja, reuniu fazendeiros, médicos, negociantes, artistas e representantes de outras classes sociais, lançou a idéia da construção de uma nova Igreja, que foi aceita com entusiasmo pôr todos.

Postagens relacionadas: